Política

No Paraguai, vice-governador leva mensagem sobre reforçar laços com MS

Vice-governador, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, levou mensagem da gestão estadual ao novo governante

Na posse do novo presidente do Paraguai, Santiago Penã, o vice-governador, José Carlos Barbosa, o “Barbosinha”, levou mensagem da administração estadual ao mandatário. O texto, assinado pelo governador Eduardo Riedel (PSDB), fala da importância de Mato Grosso do Sul reforçar os laços econômicos, culturais e turísticos com o país vizinho, principalmente com o advento da Rota Bioceânica.

“Queremos cada vez mais nos aproximar dos irmãos do vizinho país”, escreveu o governador. A saudação foi entregue na cerimônia realizada ao longo desta terça-feira (15) no Palácio de Lopez, em Assunção.

O vice-governador, José Carlos Barbosa, o Barbosinha, durante evento nesta terça-feira (15) (Foto: João Garrigó/Vice-Governadoria)
Para o vice-governador, a presença de Mato Grosso do Sul – que também foi representado pelo deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) e pelo empresário Aurélio Rolim Rocha, em nome do setor industrial – na posse, reforçou a certeza de que “queremos reforçar ainda mais os laços de amizade, cordialidade, por um novo perfil de desenvolvimento”.

Em julho, Riedel esteve na capital paraguaia, acompanhado dos deputados Gerson Claro (PP) e Paulo Corrêa, para um encontro na embaixada do Brasil com ministros paraguaios.

Ainda de acordo com o Governo de Mato Grosso do Sul, nos últimos anos, mais de R$ 80 milhões em obras em Porto Murtinho, município que faz fronteira com o Paraguai, como contribuição à formação do novo corredor que ligará os oceanos Pacífico e Atlântico, passando pelo Estado. O Estado também já garantiu incentivos para reativar a Hidrovia do Rio Paraguai, atraindo operadores e empreendimentos portuários à região.

Penã foi eleito com 43% dos votos válidos, disputando o mandato que vai até 2028 pelo Partido Colorado. No Paraguai, não há reeleição, por isso os eleitos cumprem mandato de cinco anos. Economista de 43 anos, o presidente foi ministro das Finanças na gestão de Horacio Cartes, que governou o Paraguai de 2013 a 2018. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

What's your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:Política